Importação de CT-e para operações de Factoring ou FIDC

Tempo de leitura: 2 minutos

Importação de CT-e para operações de Factoring ou FIDC

Por sugestão de alguns clientes desenvolvemos no Webfactoring e WebFIDC a importação do CT-e para facilitar a operação com transportadoras (cedentes).

O CT-e poderá ser importado via arquivo XML ou CNAB444. Para os dois tipos de arquivos serão permitidas as consultas do CT-e na SEFAZ. Para visualização da DACTe somente para importação do XML Cte.

  • WebFactoring ou WebFIDC:

Menu – Digitação Operação de Títulos.

Se a permissão “02.01.27 Inserir títulos via XML CT-e” estiver marcada, a opção carregar CT-e será exibida:

O sistema irá ler o arquivo XML – CTe e preenche os campos disponíveis no arquivo: CPF/CNPJ SACADO, DATA EMISSAO, NUMERO DE DOCUMENTO, VALOR, DESCONTO.

Campos data de emissão e desconto não serão habilitados para alteração das informações. Campos NÚMERO DO DOCUMENTO E VALOR serão preenchidos pelo sistema, mas podem ser alterados pelo usuário. Caso o cedente queira dividir o CTE em parcelas, deverá importar o mesmo XML na quantidade de parcelas que desejar e alterar o valor do mesmo a cada importação.

Após isso basta clicar no botão Adicionar para inserção do titulo:

  • Importação arquivo CNAB444 – CTe (Controle Transporte)

Área Administrativa – Permissões Gerais/Cedentes – Permissão 02.07 – Envio de Borderô via Arquivo. Se permissão marcada será permitido importar arquivos CNAB444 com chave CTe. Layout 501 – Bradesco 444.

  • Consultas – Facwin/FIDCWIN:

Para a importação dos 2 tipos de arquivos (XML e CNAB444) utilizar a tela Cobrança / Conferencia dados Borderô:

  1. CTe: consulta no SEFAZ quando borderô foi gerado a partir de um arquivo XML ou CNAB444.
  2. DACTe (Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico) – impressão disponível apenas para operações originadas pelo XML do CT-e.

Após a consulta do CTe o sistema grava Protocolo (Mensagem):

  • Cobrança / Consulta Títulos – botão DETALHAR TITULO (após oficialização do borderô)

No detalhamento do título o protocolo de consulta está disponível para visualização assim como no histórico de ocorrências:

  • Arquivo Remessa Custodiante:

E por último de acordo com o layout do seu custodiante (em caso de FIDCs) a chave do CT-e é enviada como lastro da operação.

Agora basta agendar com nosso suporte a sua atualização para utilizar gratuitamente essa nova ferramenta!

(31)3235-3100

[email protected]

Até a próxima!

André

Deixe uma resposta